Ensino

Início / Ensino / Módulos (UCs) / Organização da produção agro-pecuária

Representação simbólica de uma rede de mercados de produtos animais

Organização da produção agro-pecuária

Código: ZOO1147 | Nível: 1º Ciclo | ECTS: 06
Ano: 2º Ano | Semestre: 3º Semestre
Línguas de Leccionação: Português

Pré-Requisitos

Estatística; Introdução aos sistemas de produção agro-pecuária.

Docentes

Luís António Santos Fernandes
Maria Maurícia Caeiro Rosado
Fernando Paulo Correia Marques

Objectivos

Facultar aos alunos o conhecimento e compreensão das principais características, dimensões e importância económica da produção animal e seus produtos derivados nos contextos nacional, europeu e mundial. Analisar as linhas orientadoras das políticas agrícolas que mais interferem na produção animal (PAC, OMC, política agrícola nacional). Evidenciar a importância da produção animal enquanto actividade económica e os requisitos da segurança alimentar e do bem-estar animal na produção pecuária. Compreender a interdependência entre a actividade agrícola a produção animal e o meio ambiente e, a importância da utilização sustentável dos recursos naturais.

Competências

Conhecer (a nível nacional, europeu e mundial) as principais características da produção animal no que concerne à dimensão da produção por espécies, principais países produtores, exportadores e importadores. Analisar as diversas políticas agrícolas em aplicação de forma integrada, percebendo as suas interdependências. Compreender o conceito de agro-negócio e perceber que as empresas são o centro de aplicação da produção animal e das normas da política agrícola.

Tópicos programáticos

Organização da produção animal a nível nacional (por regiões), europeu e mundial: dimensão da produção e dos produtores e principais características dos sistemas de produção para as diversas espécies pecuárias; breve abordagem aos produtos derivados; mercados e preços de produtos animais a nível nacional e mundial. Evolução recente das políticas agrícolas condicionadoras da produção animal, com destaque para a PAC e OMC. Situação actual e perspectivas futuras da produção animal em Portugal. Conceitos associados ao agro-negócio e especificidades da empresa agrícola. Características das empresas e dos produtores agro-pecuários portugueses: pontos fracos e fortes, ameaças e oportunidades. Agricultura e ambiente: integração da componente ambiental na política agrícola comum (PAC); as exigências da PAC visando o bem-estar animal e a segurança alimentar. Organização institucional do sector agrícola nacional e programas de apoio à agricultura e ao desenvolvimento rural.

Bibliografia Básica

AVILLEZ, F., Gomes da Silva, G., Trindade, C.P., Salema, J-P, Pereira, N., 2006. Planeamento da Empresa Agrícola – Manual Técnico , Curso de Formação Global em Gestão Agrícola, Módulo I, 1ª Edição (disponível em suporte digital).

AVILLEZ, F., Gomes da Silva, G., Trindade, C.P., Salema, J-P, Pereira, N., 2006. Controlo de Gestão Agrícola – Manual Técnico , Curso de Formação Global em Gestão Agrícola, Módulo II, 1ª Edição (disponível em suporte digital).

WAAP book of the year 2003, 2004 – A review of Livestock Systems Developments and Research. Editors A. Rosati, A. Tewolde and C. Mosconi. Wageningen Academic.

ANDREOSSO-O’CALLAGHAN, B. (2003). The economics of European agriculture. Palgrave Macmillan.

SAMUELSON, P., Nordhaus, W., 2005. Economia. 18ª Edição, Editora Mcgraw-Hill.

THORNTON, P.K., 2010. Livestock Production: recent trends, future prospects. Philosophical Transactions of The Royal Society B (2010) 365, 2853-2867.

Diversas publicações do Eurostat, FAO, MADRP (GPP), INE.

Documentos de apoio elaborados pelos docentes da disciplina.

Métodos de Ensino

Exposição de conceitos teóricos e estudos de caso sobre aplicação de temas leccionados. Análise e discussão de temas relacionados com os conceitos teóricos, assim como preparação de visitas de estudo e discussão posterior dos aspectos mais relevantes. Realização de trabalho prático por grupos de 2 a 4 alunos, acompanhado pelos docentes.

Regime de Avaliação

Trabalho prático obrigatório, com apresentação em aula, seguido de discussão (50%). Teste escrito (50%). Em cada elemento de avaliação, a classificação mínima que permitirá a progressão do estudante será de 8,5 valores.