Ensino

Início / Ensino / Módulos (UCs) / Princípios de engenharia aplicados à ciência animal

Depósitos de armazenamento

Princípios de engenharia aplicados à ciência animal

Código: ERU0533 | Nível: 1º Ciclo | ECTS: 06
Ano: 1º Ano | Semestre: 2º Semestre
Línguas de Leccionação: Português

Docentes

Alfredo Manuel Franco Pereira
Anacleto Cipriano Pinheiro
José Manuel Oliveira Peça
Vasco Manuel Fitas da Cruz

Objectivos

São fornecidas formação e informação com vista a permitir, aos destinatários, bases para manter actualizado o conhecimento sobre os princípios de engenharia que irá utilizar na aprendizagem enquanto estudante e na vida futura. Aspectos relacionados com os animais com os equipamentos agrícolas e com as instalações agropecuárias constituirão os exemplos a usar na introdução e na aplicação desses conceitos. A segurança, a utilização racional dos factores de produção, o respeito pelo ambiente e o bem estar animal merecem particular atenção durante a apresentação dos diferentes tópicos programáticos ficando os futuros licenciados na posse dos conhecimentos necessário à sua implementação nas empresas ou serviços onde venham a exercer a sua actividade. Permite ao destinatário cumprir na actividade profissional, tarefas de: Aconselhamento/selecção de diferentes tipos de instalações e tecnologia adequados; Organização do espaço destinado ao alojamento de animais; Rentabilização do equipamento com vista à diminuição de custos; Manutenção básica de instalações e equipamentos; Percepção pela segurança; Respeito pelo meio físico envolvente, nomeadamente no que toca ao maneio de efluentes. Os conhecimentos são fornecidos na perspectiva do utilizador e não do projectista ou fabricante.

Competências

Identificação e compreensão de processos físicos naturais. Resolução de problemas práticos relacionados com esses processos.

Tópicos programáticos

Força e equilíbrio: movimento, deformação e instabilidade; Momento de força e a rotação dos objectos; Composição e decomposição de forças; Forças de ligação entre objectos. Equilíbrio estático de um corpo. Aplicação a equipamentos agrícolas de manuseamento de cargas. Energia, potência e rendimento. Noção de energia. Transformação e conservação de energia mecânica. Rendimento de uma transformação; Potência; Análise dimensional. Biomecânica. Bioestática. Biodinâmica. Andamentos e Ciclos de locomoção. Termodinâmica e Fenómenos de Transferência de Calor e Massa, Balanço térmico e balanços de massa. Conceitos básicos de termodinâmica. Calor latente e calor sensível. Processos de transferência de calor. Misturas gasosas e termodinâmica do ar húmido. Electricidade: Campos eléctricos. Isoladores e Condutores. Potencial eléctrico. Condensadores e conservação de energia eléctrica. Corrente e resistência. Circuitos eléctricos.

Bibliografia Básica

ALEXANDER, R. McN. (1983). Animals mechanics. 2nd Edition Blackwell Scientific Publication.
BIEWENER, A. A. (1990). Biomechanics of mammalian terrestrial locomotion. Sci. Am. 264 (4) :130-136.
BOLES, M. A.; CENGEL, Y. A. (2001). Termodinâmica. 3.ª Ed. McGraw Hill.
De WITT, D. P.; INCROPERA, F. P. (2001). Fundamentals of Heat and Mass Transfer. 5th Ed. John Wiley & Sons, Inc.
HENDERSON, S. M.; PERRY, R. L.; YOUNG, J.H. (1997). Principles of Process Engineering. ASAE.
PEÇA, J. O.(2005). Aplicações da noção de equilíbrio. "Fascículos de Tecnologia dos Equipamentos Agrícolas. Universidade de Évora.
PEÇA, J. O.(2004). Aplicações da Noção de Energia, Potência e Rendimento. Universidade de Évora.

Métodos de Ensino

Aulas teóricas e teórico-práticas na sala de mecânica do parque de máquinas do Campus da Mitra. Resolução de problemas de aplicação da matéria. Introdução dos conceitos teóricos fundamentais através de recursos disponibilizados em plataforma de e-learning (Moodle). O trabalho dos alunos será orientado por objectivos específicos a atingir nos diferentes conteúdos programáticos.

Regime de Avaliação

Provas inseridas num sistema de avaliação contínua e resultados obtidos em trabalhos realizados pelos estudantes. Alternativamente, um exame final em conjugação com as classificações obtidas nos trabalhos realizados durante a unidade curricular.