Ensino

Início / Ensino / Módulos (UCs) / Sistemas e técnicas de produção de outras espécies animais

Jaulas "off-shore"

Sistemas e técnicas de produção de outras espécies animais

Código: ZOO1154 | Nível: 1º Ciclo | ECTS: 06
Ano: 3º Ano | Semestre: 5º Semestre
Línguas de Leccionação: Português

Docentes

António Manuel Coelho Murilhas
Maria João Silva Almeida

Objectivos

Introduzir e permitir que os estudantes conheçam os principais fundamentos científicos, compreendam as técnicas básicas e reconheçam o potencial inerente a uma série de produções animais alternativas às usadas nos tradicionais sistemas de produção animal. Pretende-se revelar algumas possibilidades de diversificação de rendimentos gerados no âmbito de actividades económicas inseridas no domínio da Ciência e Tecnologia Animal. Serão objecto de estudo produções animais tais como a apicultura, a aquacultura, a helicicultura, a minhocultura, algumas espécies com maior interesse cinegético e alguns animais de laboratório.

Competências

Identificar os fundamentos científicos e explicar as técnicas básicas que suportam as várias produções animais estudadas. Compreender como diferentes combinações de “inputs” e/ou esquemas de maneio poderão influenciar nos “outcomes” produtivos. Defender a proposta de algumas destas produções animais, isoladamente ou integradas em sistemas tradicionais de produção agro-pecuária, revelando sensibilidade para os aspectos de natureza ambiental e ética que lhe possam estar associados. Usar recursos informáticos e linguísticos apropriados à recolha e processamento de informação que lhes permitam abordar problemas concretos, obedecendo às linhas de orientação e datas limite que lhe forem comunicadas. Sintetizar e comunicar estruturadamente resultados de trabalhos individuais ou de grupo, sob forma escrita, oral ou gráfica.

Tópicos programáticos

As produções animais identificadas em “Objectivos” serão abordadas respeitando a seguinte aproximação mínima comum: origem, evolução e estado actual; bases anatomo-fisiológicas das espécies; biogeografia das (sub)espécies; estratégias de regulação interna (individual e/ou colonial); estratégias e comportamentos de ajustamento a alterações ambientais; noções básicas específicas de instalações/equipamentos, comportamento e bem-estar, alimentação, reprodução; bases de saúde animal e principais patologias; principais esquemas de maneio, tipos de produção e produtos derivados; ecologia e ética da produção; fundamentos de economia da produção e de mercados; macro-enquadramento legal da actividade; possibilidades de integração noutros sistemas de produção biológica; principais constrangimentos do sector e desenvolvimentos esperados.

Bibliografia Básica

CRANE, E. (1990). Bees and beekeeping: science, practice and world resources. Heinemann Newnes; Oxford, UK; 614 pp.
SEELEY, T. D. (1995). The wisdom of the hive: the social physiology of honey colonies. Harvard Univ. Press; London, UK; 295 pp.
LANDAU, M (1991) Introduction to Aquaculture. Jonh Wiley & Sons Ed.
LUCAS, J. S. and SOUTHGATE, P. (2003). Aquaculture: Farming Aquatic Animals and Plants. Blackwell Sicence, Oxford.
NASH, C E (1991) Production of Aquatic animals: Crustaceans, Molluscs, Amphibians and Reptiles. Elsevier Science.
PILLAY, T. V. R. (2004). Aquaculture and Environment. Blackwell Publishing, Oxford.
AVAGNINA, G. (2004). Snail Farming - Intensive Snail Farming - Full Biological Cycle Production - The Trading. 210 pp.
GOODE, M. and HIRD, G. (1988). Heliciculture in Great Britain: a practical guide to snail farming. Cambridge: Organic Snails
ERNST, D. (1995). The Farmer's Earthworm Handbook: Managing Your Underground Money-Makers. Lessiter Pub.. 112 pp.
EDWARD, C A; BOHLEN, P J E LOFTY, J R (1995) Biology and Ecology of Earthworms. Chapman and Hall. 440 pp

Métodos de Ensino

Exposição e discussão de matérias em sessões de natureza colectiva em sala de aula e em plataforma de e-learning (Moodle).
Execução, com posterior apresentação de resultados, de um trabalho de campo e de um trabalho de laboratório (ambos a efectuar em grupo). Relatórios sumários individuais de dois eventos (um seminário e uma visita de estudo).

Regime de Avaliação

Uma prova escrita (25%), uma prova oral (25%), trabalhos de campo e laboratório (30%), relatórios (20%).