Investigação

Início / Investigação / Apresentações / Um caso de episclerite nodular por onchocerca sp. em cão

Um caso de episclerite nodular por onchocerca sp. em cão

Ano
2006
Resumo

Apresentou-se à consulta em Outubro de 2005, um canídeo macho de raça Chow-chow, de 3 anos de idade, residente no concelho de Olhão. O estímulo iatrotrópico relacionava-se com a presença de um nódulo na conjuntiva episcleral do olho direito. Ao exame clínico o animal apresentava uma condição corporal 2 estando as restantes constantes vitais dentro da normalidade. No exame oftalmológico observou-se a presença de entropion bilateral da pálpebra inferior, queratite superficial pigmentar, quemose moderada, epífora muco-purulenta e um nódulo episcleral no olho direito. O nódulo estava presente na conjuntiva episcleral do canto nasal e apresentava uma fístula a partir da qual se retiraram vários organismos filiformes. Procedeu-se à biópsia deste nódulo e à sua análise histopatológica, a qual produziu um diagnóstico de episcletrite eosinófilica com presença de microfilárias e nématodos adultos. Paralelamente realizou-se pesquisa de antigénio de Dirofilaria immitis, exame coprológico, hemograma, perfil bioquímico, esfregaço de sangue periférico e identificação dos parasitas recolhidos. A pesquisa de antigénio de D. immitis e de microfilárias em sangue periférico revelou-se negativa. No exame coprológico não se observaram ovos de nemátodes, céstodes ou tremátodes, contudo, os parasitas foram identificados como pertencentes ao género Onchocerca sp. Entre as alterações hematológicas, observamos linfocitose e anemia normocítica normocrómica. A terapêutica consistiu na administração por via intra-muscular profunda de dicloridrato de melarsamina na dose de 2,5 mg/Kg seguida de uma segunda administração 24 horas depois. Como terapêutica adjuvante usou-se prednisolona na dose de 1 mg/Kg PO SID durante 21 dias e trihidrato de amoxicilina/clavulanato de potássio na dose de 13,5 mg /Kg BID durante 21 dias. Observou-se a remissão completa dos sinais clínicos 4 semanas após o início da terapêutica

Palavras Chave

Episclerite eosinófilica; Cão; Onchocerca sp.

Tipo de Apresentação
Comunicação oral
Tipo de Revisão
Nacional
Âmbito Geográfico
Nacional
Situação
Publicado
Área de Trabalho
Referência

Alexandre, N; Revez, N; Gomes, P; Baker, J (2006). Um caso de episclerite nodular por onchocerca sp. em cão. XIV Congresso Nacional da Associação Portuguesa de Médicos Veterinários Especialistas em Animais de Companhia. Associação Portuguesa de Médicos Veterinários Especialistas em Animais de Companhia. Estoril (Portugal)