Investigação

Início / Investigação / Projectos / Banco português de germoplasma animal

Banco português de germoplasma animal

Data
2003 / 2007
Instituição Lider
EZN, Estação Zootécnica Nacional
Parceiros

DGV, Direcção Geral de Veterinária; DRAAL, Direcção Regional de Agricultura do Alentejo; DRAEDM, Direcção Regional de Agricultura de Entre Douro e Minho; Universidade de Évora

Fonte de financiamento
INIAP, Instituto Nacional de Investigação Agrária e das Pescas
Financiamento total
353.000 €
Participação
Execução
Resumo

A salvaguarda dos recursos genéticos é, reconhecidamente, uma necessidade estratégica, e a sua conservação é considerada como uma prioridade nacional e europeia, enquanto componentes fundamentais da biodiversidade e do desenvolvimento rural integrado. Portugal é um país particularmente rico em recursos genéticos animais, mas estes têm sofrido uma erosão acentuada nos últimos anos, sobretudo como resultado da intensificação dos sistemas de produção agrícola. Até ao momento não tem existido, a nível nacional, uma acção coordenada de conservação ex situ dos recursos genéticos animais, nomeadamente de salvaguarda de germoplasma das raças autóctones. O presente projecto visa, de uma forma coerente e integrada, garantir a conservação ex situ de todas as raças autóctones de bovinos, ovinos, caprinos e suínos, estabelecendo um Banco Português de Germoplasma Animal. Este banco resultará da recolha, processamento e armazenagem de amostras de sémen, oócitos, embriões, céluals somáticas e DNA de aproximadamente 20 machos e 15 fêmeas de cada raça, num total de 32 raças autóctones representadas. Como complemento das acções de conservação de germoplasma e DNA (mantida com duplicados em pelo menos dois centros experimentais), proceder-se-á à caracterização genética e recolha de informação adicional dos animais amostrados, de forma a constituir uma base de dados nacional de suporte à gestão do Banco de Germoplasma e à utilização sustentada dos recursos genéticos animais. Adicionalmente, serão desenvolvidas actividades de sensibilização pública e divulgação dos recursos genéticos autóctones, nomeadamente com a dinamização de uma quinta que permita a manutenção de efectivos representativos de todas as raças nacionais de ovinos e caprinos, que permitirá ainda a continuidade das acções de conservação para o futuro.

Abstract

Safeguarding genetic resources is a recognised strategic policy, and its conservation is considered a national and European priority as an essential component to assure biodiversity and integrate rural development. Portugal is a country particularly rich in animal genetic resources but they are suffering accentuated erosion in these least years, especially as result of the intensification production systems in agriculture. Until now, a coordinated action for animal genetic resources conservation is lacking in Portugal, especially for safeguard of autochthon breeds. This project envisages, in a coherent and integrated way, to assure ex-situ conservation of all autochthon breeds of bovine, ovine, caprine and swine, by establishing a Portuguese Animal Germplasm Bank. This bank will result from the recovery, processing and stocking samples of semen, oocytes, somatic cells and DNA from approximately 20 males and 15 females from each breed, representing a total of 32 local Portuguese breeds. Complementary to the germplasm and DNA conservative actions (kept in duplicate at least in two different experimental centres), genetic characterisation and additional information of the sampled animals will be performed in order to develop a national database to guarantee the management of the Germ Bank and sustained use of genetic resources in the future.

Palavras Chave

Recursos genéticos animais; Conservação; Portugal

Keywords

Animal genetic resources; Conservation; Portugal

Tipo de Projecto
Desenvolvimento experimental
Âmbito Geográfico
Nacional
Situação
Em execução
Área de Trabalho