Investigação

Início / Investigação / Provas e Teses / Estudo da impregnação filial em pintos de perdiz vermelha (A. rufa) e de faisão comum (Ph. colchicos) e força de preferência filial

Estudo da impregnação filial em pintos de perdiz vermelha (A. rufa) e de faisão comum (Ph. colchicos) e força de preferência filial

Ano
2006
Instituição
Universidade de Évora
País
Portugal
Total de páginas
79
Resumo

A capacidade de impregnação filial (imprinting) e os factores que a influenciam são, para os pintos de faisão comum e de perdiz vermelh, determinantes no desenvolvimento de comprtamentos de sobrevivência e de relacionamento com o meio ambiente que os rodeia. O conhecimento deste comportamento é de extrema importância para uma correcta adaptação das aves cinegéticas produzidas em cativeiro aos ecossistemas onde são libertadas. O trabalho testou que efeito teria, separadamente, o tipo de objecto impregnado, o tipo de situação social de cria e o tipo de companheiros de cria, na demonstração de força de preferência pelo objecto impregnado. O estudo do efeito do tipo de objecto impregnado baseou-se na comparação de comportamento entrwe pintos impregnados com animais da mesma espécie e pintos impregnados com animais de espécie diferente. Para o estudo do efeito do tipo de situação social, comparou-se o efeito entre pintos criados isoladamente e pintos criados com companheiros de cria. O estudo do efeito do tipo de companheiros de cria (peers) comparou pintos criadoss com companheiros da mesma espécie e pintos criados com companheiros de espécie diferente. O estudo do efeito do tipo de objecto impregnado e o estudo do efeito do tipo de companheiros de cria não permitiram chegar a nenhuma interpretação global estatísticamente concludente e inequívoca, embora possam servir de base para futuros ensaios no sentido de evidenciar algumas tendências verificadas. O estudo do efeito do tipo de situação social imposta demonstrou demonstrou que este não teve qualquer efeito na preferência relativa pelo objecto impregnado, para ambas as espécies. Independentemente dos tratamentos e testes efectuados, verificou-se sempre, para ambas as espécies, uma preferência maior dos pintos pelo objecto impregnado, quando a opção alternativa era um objecto estranho. Contrariamente, quando a alternativa eram os companheiros de cria, a preferência foi sempre maior para estes do que para o objecto impregnado

Palavras Chave

Comportamento animal; Impregnação; Aves cinegéticas

Keywords

Animal behaviour; Imprinting; Gamebirds

Tipo de tese
Licenciatura
Situação
Aprovada
Referência

Rosário, L (2006). Estudo da impregnação filial em pintos de perdiz vermelha (A. rufa) e de faisão comum (Ph. colchicos) e força de preferência filial. Universidade de Évora (Portugal ): 79 pp.